Archive for maio, 2011


Nós Homo Sapiens-sapiens

A raça humana é tão egocêntrica que criou um grupo parafilético exclusivo só pra ela, só para que ela se sentisse especial.

Parafilético é um taxon formado por todos os organismos descendentes de um mesmo ancestral com exceção de algum(s). Cladisticamente o mais correto seria a não exclusão de nenhuma espécie para que uma futura análise evolutiva ocorresse perfeitamente – ou seja, um grupo monofilético. Porém, nós – que quase que injustamente fomos quem criamos a Classificação das Espécies – resolvemos nos excluir de nossos coleguinhas que evolutivamente pertencem ao mesmo táxon que nós e criamos os Hominidae. Lindo, brilhante!

Chega, né? Você já pode parar de se sentir especial. Se pertencemos a um grupo diferente dos nossos primos Pongidae (gorilas, chimpanzés e orangotangos), é porque quem fez essa definição fomos nós – e, céus, se Galileu foi condenado por dizer que a Terra não era o centro do universo, imagine quem dissesse que nós e os chimpanzés pertencemos ao mesmo grupo! – “primatas superiores”.

Mas nós somos tão diferentes! Somos inteligentes, não temos tantos pêlos, não andamos com as mãos e nem temos cara de macaco! Tranquilo. Imagine o complexo da galinha ao saber que o jacaré que comeu o pintinho dela descende de seu mesmo ancestral? Pois é leitores, aves e répteis pertencem ao mesmo táxon, descendem de um mesmo ancestral – mais uma classificação equivocada de livro de ciências da sexta série. Por isso eu não vejo a menos graça em gorilas servindo de atração em circos.

Está na hora de pararmos de nos referir aos outros de nós como “Os animais” como se nós mesmos não o fossemos também! Se querem chamá-los de animais, que assim o façam, mas usem “Os outros animais” como forma de expressão, pois se não somos animais, o que somos?!

Como disse uma vez um certo professor de um mestrado em Bioquímica; “Nada mais somos que um conjunto de proteínas ambulante” – eu lhes digo; não somos especiais porque somos humanos, apenas a capacidade de pensar nos forneceu uma vantagem evolutiva absurda sobre as demais espécies, e só. Essa capacidade de pensar nos permitiu construir ferramentas que destroem nosso meio e matam a vida ao nosso redor, pensando dessa forma, nós não somos melhores ou superiores aos outros animais, pelo contrário, somos idiotas e primitivos. Nós queimamos nossos habitats e construímos outros de tijolos em cima, pra queimar-los depois com a fumaça de nossos carros, e extinguimos espécies que lutam pela sobrevivência e ainda cumprem com seus papéis na cadeia da vida! Que espécie egoísta e repugnante nos tornamos!

Amigos, nós somos animais como todos os outros. Nós pensamos, e justamente por isso deveríamos ter a consciência de preservação que os outros tem por instinto, do contrário vamos continuar caminhando para nossa própria extinção, pois quando nosso meio estiver destruído por completo, não teremos mais de onde tirar nosso alimento, teremos acabado com tudo o que Gaia levou bilhões de anos pra formar, e não terá mais volta.

Se somos egoístas ao ponto de não podermos amar os outros animais como amamos uns aos outros, mesmo sendo conscientes, inteligentes e pensantes, ao menos reconheçamos que somos como eles, sem qualquer coisa em especial.

Anúncios

Hoje, 08 de maio, em pleno Dia das Mães, os filhos de Gaia se reunem para um ato de defesa a sua matriarca. O movimento ambientalista de Pernambuco organizou um Ato Público, com o objetivo de protestar contra  a votação precipitada do novo Código Florestal, prevista para o dia 10 (terça-feira). “A chance que queríamos brotou da falta de consenso entre os deputados”, dizem os organizadores do evento.

O Ato será feito no Marco Zero (Recife Antigo – PE), com concentração às 17h e se estendendo até as 20h. Toda a população é convidada a participar desse manifesto gritante contra a ação de políticos, que não pensam em nada mais do que o ganho econômico imediato, passando por cima de uma pilastra fundamental que é a conservação ambiental. Isso sem notar que danos a biodiversidade do país causam problemas graves para toda a nação (usando o ponto de vista deles), em uma faixa de tempo bem curta. Alguns destes  como danos no setor agropecuário, afetando assim não só a economia do país, que depende claramente do mercado agrícola, além de problemas sociais como a falta de alimento, água e outras necessidades básicas da sociedade.

Venha e tome a voz daquela Mãe que te acolhe desde antes de você nascer!

Секрет

E sejam bem-vindos a mais um capítulo de nossa novela, Código Florestal. No último capítulo podemos ver, que as indignações do CNA e dos ambientalistas sobre as mudanças de Aldo Rebelo em seu relatório foram muito gritantes. Que surpresas nos aguardam no capítulo de hoje.

Na última quarta-feira, 04 de maio, seria o tão esperado dia da votação que vem sendo adiada durante muito tempo. Mas como estamos no Brasil, a câmara de deputados resolveu prolongar essa história mais um pouquinho. Com as divergências das duas partes (ambiental e rural) sobre alguns pontos no relatório, a votação foi adiada para o dia 10 de maio, onde uma reunião com os ministros Wagner Rossi (Agricultura), Izabella Teixeira (Meio Ambiente) e Luiz Sérgio (Relações Institucionais) e o deputado Aldo Rebelo, discutirão sobre os dois pontos mais polêmicos no relatório.

Para quem não lembra dos pontos:

  1. Sobre a recomposição de Reserva Legal, em que o deputado propõe que propriedades com até 440 hectares, sejam perdoadas dessa obrigação (proposta um tanto duvidosa, sendo que a maioria das propriedades agrícolas com essa área são de grandes produtores)
  2. E sobre a área de recomposição da vegetação ao redor dos rios considerados pequenos – com até 10 metros de largura. Em que o deputado propõe que se recomponha 15 metros de área desmatada de cada margem, porém o governo persiste nos 30 metros que diz o código atual.

O Partido Verde (PV), inclusive, entrou com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar a votação do Código Florestal no plenário da Câmara dos Deputados. Estes afirmam que enquanto um acordo entre as duas partes não for firmado, eles não concordam com a votação do código, prevista para a próxima semana.

Nos dias 10 e 11 de maio (dias da votação), o acesso às galerias do Plenário será limitado a 300 lugares, para aqueles que desejam assistir a discussão e a votação (se é que vai acontecer).

E no velho sistema do governo brasileiro, mas um grande processo se arrasta na Câmara, completando 12 anos. Depois os políticos se irritam quando nós colocamos um bola vermelha no nariz e gritamos pelas ruas: ‘Isso é uma Palhaçada!’

Секрет

Sistema Gaia

Toda essa vida que nos compreende faz parte de um sistema perfeito, o Sistema Gaia.

Quando a vida começou na Terra, através do primeiro organismo formado, foi imediata a necessidade de oxigênio (O2) para a síntese das primeiras funções respiratórias (considerando que respiração compreende um processo metabólico), posteriormente liberando moléculas de gás carbônico (CO2). Ao mesmo tempo que surge este organismo aeróbio, surgem as cianobactérias primitivas, capazes de absorver CO2 e liberar O2, criando assim o Primeiro Equilíbrio Sistemático.

Estes dois organismos primitivos originaram todos os reinos, filos, classes, ordens, gêneros e espécies vivas existentes na Terra até os dias de hoje, e, a não ser que alienígenas existam, serão responsáveis por toda a vida na Terra que se sucederá até o fim dos tempos. Curiosamente, toda essa biodiversidade que existe hoje utiliza-se do mesmo sistema de renovação de oxigênio e gás carbônico pré-cambriano. Interessantemente esses organismos evoluíram ao mesmo tempo, no que pode-se dizer que toda essa evolução sincronizada teve um objetivo, o Equilíbrio;

Ah, evolução não tem um objetivo, você tá falando besteira aí. Ah não? E por que tudo o que existe tem um “porquê”, um objetivo de existir? Por que todos o animais estão perfeitamente inseridos em seus devidos habitats, de modo que uma vez retirados podem simplesmente sucumbir? Por que quando uma espécie se extingui temos um “Desequilíbrio Ecológico”? Pra que então a existência de uma Cadeia Alimentar? E a existência de uma classe de organismos capazes de decompor e devolver à Terra a matéria orgânica dos seres quando mortos? Por que a existência de ciclos de vida, por que todos não somos imortais?

“Na natureza, nada se cria, tudo se transforma” – Lavoisier

Nós nascemos e fomos formados a partir da matéria que nossa mãe absorveu de vegetais e de outros animais. Crescemos absorvendo da Terra, como nossa mãe o fez. Quando adultos, sobrevivemos ainda extraindo desta matéria, fazendo dela a energia que necessitamos pra viver e devolvendo-a como matéria orgânica. Quando mortos, devolvemos à Terra o que foi retirado para nossa constituição e sobrevivência e que não terminou em excretas. Essa mesma matéria decomposta (e as excretas também) irá servir de adubo para a terra, alimentará novas plantas, que alimentarão animais, que alimentarão mulheres grávidas formando seus filhotes, que… E por aí vai.

Reflita sobre o Ciclo de Vida. Pense sobre o quão perfeito, o quão equilibrado isto está. Como tudo o que é vivo sai de Gaia e pra ela retorna. Foram bilhões de anos para que Gaia criasse tudo o que existe, todos estes milhares de organismos diversos, com seus devidos lugares na Cadeia Alimentar, toda vida que existe, tudo perfeitamente interligado. Toda essa conexão entre todos os organismos vivos forma um Sistema Equilibrado, uma rede da vida em constante evolução, na qual todos os organismos evoluem em conjunto para se adequarem, fazendo de tudo tão perfeitamente completo que todos tornam-se verdadeiramente como partes de um organismo vivo; Gaia.

Em Gaia, tudo se renova, tudo está inserido no mesmo Ciclo Vital. Para que novas coisas se formem, as antigas têm de voltar ao pó. Para que a vida permaneça em harmonia, tudo tem que estar em seu devido lugar, funcionando corretamente, devidamente conectado. E por isso, uma vez que a vida se forma em Gaia, um sistema equilibrado deve ser mantido. Diante disso, sim, se tudo evolui concomitantemente é para manter o Equilíbrio.

Todo sistema busca um Equilíbrio. O Universo é assim, A Terra – enquanto planeta – é assim, Gaia – enquanto Sistema – é assim e até as células do nosso corpo, bombeando sódio e potássio, não fazem nada mais a não ser buscarem equilibrar-se! Por isso aquelas formas de vida primitivas evoluíram juntas; para que o equilíbrio de Gaia fosse mantido, para que a vida na Terra fosse possível e que tudo permanecesse em sintonia por milênios e milênios a fio. o Sistema Gaia está equilibrado e uma “quebra” nesse sistema poderia causar problemas sérios. O Equilíbrio é a perfeição, é a ausência de falhas, e se por um segundo, você leitor parar pra pensar em tudo o que compreende o Sistema, vai perceber que sempre e invariavelmente, o Equilíbrio será o melhor estado para tudo.

Parou? Pensou? E então?

Então, entenda; nosso sistema digestório, como exemplo mais comum, nosso frágil e delicado sistema digestório; se um dos órgãos falhar, o que acontece? Para todos os efeitos,  se não fosse a medicina (e sua sorte, medicina não é mágica), você morre. Tá, e?

Ok, imagina agora isso em uma escala titânica; se um dos sistemas de Gaia entra em colapso, o que acontece? Tipo… Catástrofes? Pois é!!

Porém, meus amigos primatas, tem um detalhe crucial aí; Gaia não vai morrer. Gaia é um sistema maior, se antes quando ainda éramos parte da cadeia alimentar tínhamos alguma utilidade, agora somos só parasitas que usufruem indiscriminadamente dela e em troca a adoecemos. Somos aquela vesícula inútil que inflama e incomoda, porém ainda assim não pode derrubá-la. Na verdade, nada pode derrubá-la, ainda que nós consigamos feri-la letalmente, ainda que consigamos matar tudo o que é vivo na face da Terra, bilhões de anos se passarão novamente e Gaia fará tudo de novo. Já nós… Nós estaremos extintos.

Amigos, Gaia está viva, e não pode ser destruída. Ela é um sistema perfeito, e se algo começa a pender pra um lado, imediatamente ela irá empurrá-lo de volta – com a força de um Tsunami, por exemplo. Gaia não precisa de nós, nós é que precisamos dela, e nós, vesículas podres, estamos tentando matá-la, consumindo-a por ganancia, egoísmo, arrogância, individualismo e todos esses sentimentos podres que nos fazem querer destruir tudo o que nos cerca. Mas Gaia não vai ficar parada, esperando que nós acabemos com tudo. O sistema está vivo, e vai procurar equilibrar-se a qualquer custo, e se o custo for a extinção da raça humana, não tenham dúvidas, ela assim o fará.

Sistema Gaia; o equilíbrio deve ser mantido, pelo nosso próprio bem.

Allihanna

Sejam Bem-vindos a sua, a minha, a nossa novela de grandes emoções e conflitos: O CÓDIGO FLORESTAL! (ainda estamos sem a música tema da novela, estamos aceitando sugestões).

E no capítulo de hoje, as alterações de última hora feitas por Aldo Rebelo mantém produtores na ilegalidade, diz CNA. Leia, revolte-se e comente.

Em resposta as mudanças feitas no relatório do deputado Aldo Rebelo, a senadora Kátia Abreu, presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), manifestou-se contra a jogada de Rabelo, afirmando que “Não podemos permitir mudanças de última hora em detrimento de um dos setores mais importantes do País”. Segundo o presidente da Comissão Nacional de Meio Ambiente da CNA, Assuero Doca Veronez, o produtor rural terá mais ônus, pois será obrigado a recompor Áreas de Preservação Permanente (APPs) sem ter condições para isso.

A proposta que mais está sendo discutida pelo CNA é a retirada de dispositivos que consolidam as APPs nas propriedades rurais e a exclusão dos Estados o direito de legislar sobre normas específicas locais, para definir as áreas de produção de alimentos e de proteção do meio ambiente.

Além da bancada rural ter se manifestado, um dos pontos no relatório final discutido entre ambientalistas é que as propriedades com até quatro módulos fiscais ficarão isentas de recompor a reserva legal. No entanto, os proprietários deverão declarar as áreas existentes até 22 de julho de 2008. Permitirá, ainda, que as APPs sejam computadas no cálculo da reserva legal, deixando assim que áreas sejam destruídas sem evidenciação das mesmas, além de que áreas devastadas antes de 2008 não sejam reconstituídas, abrindo mais um furo na lei atual que não permite isso.

O relatório estará sendo levado para a câmara hoje (04/05), porém frente a tais questões discutidas tanto pela parte rural, quanto pela parte ambiental, é mais do que evidente que a votação do novo código não será realizada tão cedo, como esperava o deputado. Se as duas bancadas não chegarem a um acordo, tanto a produção agrícola quanto a biodiversidade do país estarão ameaçadas. Agora é aguardar o densenrolar dos próximos capítulos.

Clique aqui para acessar o relatório final na íntegra.

Секрет

  Acordando às 6h30 da manhã, com a maior cara de cansaço e com lembranças do jõao-pestana nos olhos. Vou pro computador, atualizar-me das novidades e fazer trabalhos, depois de ficar pensando na frase: “Vingança não é Justiça”. Quase caindo de sono, arregalei meus olhos e dei um grito! Uhuuul! Meu irmão acordou e jogou uma almofada na minha cabeça. ¬¬

Mas vocês devem estar se perguntando o por quê da minha felicidade. Bem, acredito que qualquer ambientalista que se preze deve estar sabendo sobre a novela que têm sido as mudanças do Código Florestal. Para quem tá se informando agora, lá vai um resuminho; Um  deputado chamado Aldo Rebelo escreveu um relatório sobre mudanças a serem feitas no Código Florestal, para que se reduzam áreas de preservação visando um avanço da agropecuária nas áreas que eles ainda não conseguiram devastar. Isso fez e continua fazendo um rebuliço tão grande que não podíamos deixar de falar aqui no blog.

Com o objetivo de garantir uma votação positiva amanhã (04/05/11) no projeto que altera o Código Florestal, o deputado alterou alguns pontos polêmicos que constavam em seu primeiro relatório, como o tamanho da Área de Preservação Permanente (APP) às margens de rios e a exigência de mata nativa em topos de morros e encostas. Rebelo pretendia a redução dessas áreas para 15 metros, bem longe dos 30 metros presentes no código atual.

Ele alterou esse ponto e permaneceu com a área atual, chegando a um acordo em que, quando estas áreas estiverem desmatadas, o proprietário tenha que pelo menos reflorestar metade dessa área, ou seja, 15 metros. Nos demais casos a área continuaria igual.

Agora vocês me perguntam: Podemos comemorar?
E eu respondo: Não.

Se felicitar diante tal acordo até vai, mas a guerra não foi vencida. Diversas mudanças ainda precisam ser feitas, e áreas que precisam ser preservadas, como áreas de Cerrado e Mata Atlântica (hotspots), além de áreas como a Amazônia, já abraçada por causas ecológicas no mundo todo, e a Caatinga – que ainda precisa de muita, mais muita atenção – estão sendo destruídas, em nome de uma economia que poderia muito bem ser maximizada se mais dinheiro em tecnologia e métodos sustentáveis fosse aplicado, ao invés de gastarem com shows particulares do Luan Santana. Até que ponto podemos aguentar calados e indiferentes a destruição de nossa biodiversidade?

Isso é algo que já sabemos a resposta e tentamos (ou alguns de nós, pelo menos) lutar para que tal destruição não aumente. Porém a luta é longa e anda a passos de formiga, mas as mudanças estão acontecendo. Agora é esperar que o desenrolar dessa história acabe em um final feliz, claro que, à favor da Natureza.


Секрет

Apelo aos amigos da Ásia

Não comam meus primos.

Aliás, vocês deveriam parar de comer qualquer coisa que não fosse bovina, ovina ou suína.

Não estamos preocupados se é normal (e alguns julgam, cultural) comer gatos, cachorros ou qualquer coisa que se mecher, no Sul da China. MAS PAREM DE COMER-NOS. Não sou uma gata agressiva, mas fico inconsolável em ver meus primos serem espancados/queimados/sufocados/afogados até a morte e depois virarem condimentos de sopa.

Gatos e cachorros são tidos como “animais de estimação”. Animais que foram culturalmente inseridos como companheiros dos humanos na sociedade, e, havendo animais muito mais nutritivos e criados para esse fim (como o gado de corte), pra quê catar os gatos da rua, queimar suas cabeças com um maçarico e depois vender na sopa como iguaria regional?

O que me arrepia os pêlos é saber que oque eles alegam é que “o sofrimento melhora o sabor”. Ou seja, fora o detalhe de serem espancados, queimados, sufocados ou afogados, isso não é em toda a sua maioria o que causa sua morte. Eles ainda são fervidos vivos até que de fato, morram conzinhados.

Enquanto gata, causa-me repulsa imaginar que estas pessoas são capazes de comer meus primos asiáticos, mas o que me choca mais é saber que antes disto, eles são torturados de todas as formas mais desumanas possíveis e inimagináveis também.

Amiguinhos, a foto possui pedaços de gato sim, privei o blog de fotos mais impactantes, porém vocês podem vê-las aqui; okduko – Gatos fervidos vivos na China

E ainda, uma reportagem com números chocantes; Terra – Chineses comem 10 mil gatos por dia

Defino esses fatos com duas palavras; lamentavelmente hediondo.

Gata Preta

Vou dar azar a todos hoje. Todos estão azarados.

Quando saírem de casa hoje e tomarem um banho de lama, a culpa é minha, e sabe porquê? Por que meu pêlo é preto, e isso me dá super-poderes, tais como mudar a sorte das pessoas com um simples estalar de garras.

Estão com medo? Deveriam. BUUUUU tã-dã.

Eu também trabalho no controle de pragas. Exterminos ratos, baratas, sapos e lagartixas eventualmente.

Mas oque eu gosto mesmo é entrar dentro do mato e sair cheia de carrapichos, depois me esfregar em todos os tecidos possíveis  da casa e ficar esperando a minha dona passar pra ver a cara de raiva dela.

Gata má, muito má.

E ainda dou azar.

Gata Preta

%d blogueiros gostam disto: